O problema da educação

Com as medidas de isolamento social, muitas escolas e faculdades adotaram tecnologias de ensino à distância para darem continuidade às suas atividades. Acontece que, nesse adaptação, muitas instituições sequer requerem que os estudantes liguem suas câmeras/microfones ou, quando o fazem, é somente para fins de controle de presença.


É como se dissessem "para quê você está aqui?".


Não obstante, tem-se que esse isolamento (relacional, e não físico) entre aluno e professor online é mero reflexo do que ocorre nas salas de aula dessas instituições. Embora coabitem o mesmo espaço físico, as interações entre esses sujeitos são mínimas, quase redutível a pedidos de (re)explicações pelo professor.


Somente ao tornar o estudante parte integral, indissociável, do processo de aprendizado, será possível pavimentar o caminho para uma educação mais útil e, especialmente, mais humana.